Clarissa Tércio deputada pernambucana será investigada pelo STF

Seis novos inquéritos foram instaurados para investigar os atos de teor golpista do último dia 8, em Brasília, quando manifestantes radicais depredaram as sedes dos Três Poderes. A determinação partiu do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Três dessas investigações têm como finalidade apurar, respectivamente, os autores intelectuais, os financiadores e os participantes dos atos e de vandalismo. Outras são para apurar a participação de deputados federais diplomados que incitaram os atos. Foram pedidos a Moraes abertura de inquérito contra André Fernandes (PL-CE), Clarissa Tércio (PP-PE) e Silvia Waiãpi (PL-AP).

Os pedidos para a abertura dos inquéritos foram feitos pela Procuradoria-Geral da República (PGR) nos últimos dias 11 e 12. As solicitações a Moraes foram feitas pelo subprocurador-geral da República Carlos Frederico Santos, coordenador do Grupo Estratégico de Combate aos Atos Antidemocráticos na PGR.

Santos justificou que é necessária a divisão da investigação para agilizar as apurações e a apresentação de denúncias nos casos em que ficarem comprovadas as práticas de crimes pelos suspeitos. Via Blog Edenevaldo Alves.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *