Policial federal aposentado é morto com 50 facadas; companheira é suspeita e foi presa

Uma mulher de 30 anos foi presa, na noite desta segunda-feira (8), suspeita de matar o companheiro no bairro Olaria, na Região do Barreiro, em Belo Horizonte. Ele era policial federal aposentado e médico.

Segundo a Polícia Militar (PM), o assassinato aconteceu na noite do último sábado (6).

De acordo com a PM, a mulher do idoso morto alegou defesa e somente acionou os militares dois dias depois do ocorrido.

Segundo o relato dela, o casal foi a um bar na Savassi, no sábado, e lá o homem teria tido um ataque de ciúme. Os dois voltaram para a casa dele no Barreiro.

De acordo com a mulher que assumiu a culpa para os militares, a vítima teria a agredido verbalmente e fisicamente.

Depois das agressões, o homem teria entrado no quarto sem roupa e com duas facas. A mulher disse que recebeu ordens para deitar na cama.

Quando o idoso se distraiu, a mulher pegou uma das facas e acertou o peito dele. O homem pediu para a companheira parar, mas foi golpeado com cerca de 50 facadas. Ela disse que só parou quando o homem parou de se mexer.

A suspeita pegou pertences da vítima e jogou em um córrego próximo à casa. Ela tinha a ideia de simular um latrocínio, roubo seguido de morte.

Fonte: g1

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.