Reforma administrativa de Paulo Câmara após o Natal

ALEPE /Foto: Arthur Mota

Na última semana de envio de projetos para Assembleia Legislativa antes do recesso, governador deverá encaminhar proposta até o dia 20

Por: Luiza Alencar em 17/12/18 às 07H15,

Na última semana de atividade legislativa antes do recesso de fim de ano na Assembleia Legislativa, a expectativa é de que o governador Paulo Câmara (PSB) envie o projeto de sua reforma administrativa – antecipada pela Folha de Pernambuco e confirmada pelo socialista após ser diplomado para o segundo mandato à frente do Palácio do Campo das Princesas – apenas da data limite – próxima quinta-feira (20).

Sobre o assunto, o líder do governo na Alepe, Isaltino Nascimento (PSB), confirmou que a previsão é de que o projeto do Executivo só deve chegar à Alepe no último dia. “Ele tem até o dia 20 para enviar, para o presidente poder fazer a convocação, publicar no Diário Oficial do sábado próximo (dia 22), para a gente fazer três dias de sessões (26, 27, 28), após o Natal. A gente tem três dias para a votação e a redação final”, explicou o socialista.

Com o envio do texto no prazo final, será necessário convocar sessões extraordinárias para votar as matérias. Vale lembrar que na última quinta-feira (13), o recesso de fim de ano da Casa – que compreenderá o período de 26 de dezembro a 04 de janeiro – foi publicado no Diário Oficial, no entanto, ressaltando que para os servidores que lidam com as atividades legislativas será suspenso por ocasião do compromisso e posse do governador e vice e na hipótese de convocação extraordinária. Caso a pauta chegasse com antecedência, isso não seria necessário.

As costuras no secretariado de Paulo, inclusive, devem reformular os espaços da base aliada do governo na Casa de Joaquim Nabuco. A expectativa é que Paulo Câmara convoque, pelo menos, dois nomes Casa. A prioridade será a coligação formada por MDB, PSB e PSD. Ainda que sem detalhar o formato que ficará o secretariado, tampouco as pastas que serão fundidas – pois, de acordo com ele isso estaria sendo estudado – Câmara já havia sinalizado que deixará para anunciar as mudanças final deste mês.

 

 

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.