Marido é preso suspeito de mandar matar a esposa no Ceará para obter dinheiro de seguro

Homem encomendou a morte da própria mulher para obter valor do seguro de R$ 90 mil. Ele forjou um assalto e pediu que criminosos o agredissem para reforçar a tese de que o casal havia sido vítima de assalto e agressões.

O marido da contadora Kaianne Bezerra Lima Chaves, assassinada em 26 de agosto dentro de casa em Aquiraz, foi preso nesta quarta-feira (6) suspeito de envolvimento no crime. A investigação da Polícia Civil aponta que Leonardo Nascimento Chaves encomendou a morte da própria esposa para obter o valor do seguro de vida dela, cerca de R$ 90 mil.

Ele foi preso após uma reviravolta no caso; a versão anterior, relatada pela Polícia Civil, é que um motorista de aplicativo endividado havia encomendado uma série de assaltos, um deles resultou na morte de Kaianne.

Kaianne Bezerra morreu com o golpe de um objeto contundente no pescoço, aos 35 anos.

Planejamento do crime e reviravolta

Outros dois homens haviam sido presos por suspeita de envolvimento no crime. A dupla — um homem de 39 anos e um adolescente de 16 — foi capturada em 29 de agosto como executores do crime. O companheiro da vítima disse à polícia que a residência havia sido invadida pelos dois homens armados. Eles amarraram o marido e a mulher em cômodos diferentes.

No entanto, após avanço da investigação, a Polícia Civil descobriu que o assalto foi uma armação para encobrir o assassinato planejado pelo marido. Ele inclusive pediu que os assaltantes o agredissem para reforçar o álibi de que o casal havia sido vítima de assalto e agressões.

O crime foi planejado Leonardo Nascimento e os dois executores momentos antes do assassinato, em um shopping na cidade de Aquiraz.

Os executores do crime foram presos com pertences da vítima em um imóvel no Bairro Jardim das Oliveiras, em Fortaleza.

Fonte: G1 CE

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *