Afiliada do SBT demite jornalista após ele chamar Alexandre de Moraes de ‘tirano’

O jornalista Cláudio Prisco Paraíso foi demitido, nesta sexta-feira (13), após comentar sobre a situação dos manifestantes presos no ginásio da Academia da Polícia Federal, em Brasília. As declarações aconteceram na terça-feira (10), na Rede SCC, afiliada do SBT em Santa Catarina, ele também afirmou que o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), Alexandre de Moraes, é “a encarnação do capeta”.

“O Sistema Catarinense de Comunicações – SCC vem a público esclarecer, que os comentários do jornalista Claudio Prisco Paraíso não refletem necessariamente a opinião da emissora. Como é dever da imprensa, sempre prezamos por ter em nossos quadros de comentaristas profissionais das mais variadas opiniões e posições políticas. Destacamos ainda que o Grupo SCC está comprometido com o combate às notícias falsas e preza que todas as informações divulgadas através dos nossos veículos sejam devidamente confirmadas, confrontando fatos e versões”, publicou a emissora em nota oficial, pontuando que os comentários são de responsabilidade pessoal do jornalista.

“Esses são os terroristas, segundo o governo, Polícia Federal e tantos outros. Mil e duzentos, que estavam acampados diante do Quartel-General do Exército em Brasília, que foram presos, e que só hoje, depois de mais de 24 horas, sem banheiro, no calor, comida e bebida só receberam depois de 12 horas”, foi a fala do jornalista na edição do SCC Meio-Dia, na terça-feira. Hora Brasília Noticias.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *