Homens detidos durante encontro neonazistas têm prisões preventivas decretadas

As oito pessoas flagradas pela polícia de Santa Catarina durante um encontro de neonazistas tiveram as prisões em flagrantes convertidas em preventivas. O grupo havia sido detido na segunda-feira (14) e a audiência de custódia ocorreu na tarde de terça (15).

Conforme investigações, os criminosos teriam escolhido o sítio na cidade de São Pedro de Alcântara, por ser a primeira colônia alemã em Santa Catarina, instalada em 1829. No local, foram encontradas revistas, panfletos e outros objetos com símbolos de grupos supremacistas.

Os envolvidos não tiveram os nomes divulgados, eles têm entre 22 a 48 anos. Entre eles, há o integrante de um grupo skinhead internacional, conhecido por ser intolerante e de extrema direita. Todos eles ficarão presos em Santa Catarina.

O Promotor de Justiça Luiz Fernando Pacheco, responsável pela 40ª Promotoria de Justiça da Capital, informou que as investigações até o momento indicam que o grupo age com forte exaltação à ideologia fascista e apologia ao nazismo. Fonte Chico Sabe Tudo.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *