Jovem mata dentista e arranca dedo para fazer saques bancários

Rafael Caranhato, dentista de 24 anos, foi encontrado morto por colegas de trabalho na manhã de sexta-feira (15) na casa onde morava, em Fraiburgo, no interior de Santa Catarina. Ele estava sem o dedo indicador esquerdo que, de acordo com a polícia, foi decepado e levado pelo autor do crime para ajudar a sacar o dinheiro da vítima em caixas eletrônicos.

O dentista, que era considerado pontual, não bateu ponto na clínica onde atendia, o que causou o espanto de colegas de trabalho. Eles foram até à casa dele e, com a ajuda de chaveiro, conseguiram ter acesso ao interior do imóvel. No local havia manchas de sangue espalhadas pelas paredes e no corpo da vítima, que estava enrolada em um lençol.

Imagens de câmeras de segurança ajudaram a polícia a chegar ao suspeito do crime: um rapaz de 22 anos identificado como Leonardo Proencio. Ele foi visto entrando no imóvel na companhia do dentista no dia anterior, por volta das 22h. Horas antes, testemunhas afirmaram ter visto os dois juntos em uma lanchonete próximo à casa da vítima. Postado por Portal PE10

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.