Homem matou motorista por aplicativo estrangulada para roubar estepe e som

Um dia após o corpo da motorista por aplicativo Amanda Pereira Santos, de 27 anos, ter sido encontrado dentro do carro dela, na noite de segunda-feira (15), uma pessoa foi presa responsável por ter solicitado uma corrida com a intenção de assaltar a trabalhadora. De acordo com a polícia, o ajudante de pedreiro identificado como Jackson Vital dos Santos levou um estepe, um aparelho de som e R$ 180 depois de ter estrangulado a vítima.

Além de Jackson, outras duas pessoas também embarcaram no veículo de Amanda, um outro homem e uma mulher. Os dois ainda estão sendo procurados pela polícia. O ajudante de pedreiro confessou a autoria do crime. A vítima tentou fugir do carro com chutes no vidro e mordendo a suspeita, mas foi sufocada até a morte por mais de oito minutos.

Amanda tinha comemorado um ano de casamento há uma semana e era formada em engenharia civil. Por não conseguir emprego na área de formação, ela começou a trabalhar com motorista na pandemia.

Na segunda, quando aceitou a corrida, a motorista compartilhou a viagem com a família, que desconfiou quando a Amanda usou um caminho diferente para chegar ao destino final solicitado pelos suspeitos. O último contato que ela teve foi com o esposo. Postado por Portal PE10.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.