Pesquisa aponta o mais rejeitado ao governo de Pernambuco

A pesquisa eleitoral do Instituto Potencial, divulgada nesta quarta-feira (10), revelou o candidato ao Governo de Pernambuco mais rejeitado entre os eleitores. A pesquisa entrevistou mil pernambucanos entre os dias 4 e 8 de agosto.

Para obter o dado, os entrevistadores questionaram em quem os eleitores “não votariam de jeito nenhum para Governador de Pernambuco”.

De acordo com os números da pesquisa, o candidato mais rejeitado é João Arnaldo, do PSOL. Ele foi apontado por 33,8% dos eleitores.

Na sequência, aparece Danilo Cabral, do PSB, com 33,5%, acompanhado por Jones Manoel, do PCB, que apareceu com 33,3% de rejeição.

A candidata Marília Arraes, do Solidariedade, aparece como menos rejeitada, acumulando 28% de intenções contrárias de voto.

Confira o ranking dos candidatos mais rejeitados ao Governo de Pernambuco

João Arnaldo (PSOL): 33,8%

Danilo Cabral (PSB): 33,5%

Jones Manoel (PCB): 33,3%

Jadilson Bombeiro (PMB): 32,8%

Miguel Coelho (UB): 32,6%

Raquel Lyra (PSDB): 32,5%

Anderson Ferreira (PL): 32,5%

Esteves Jacinto (PRTB): 31,7%

Ubiraci Olímpio (PCO): 31,4%

Wellington Carneiro (PTB): 30,6%

Cláudia Ribeiro (PSTU): 29,6%

Marília Arraes (Solidariedade): 28%

Metodologia da pesquisa

A pesquisa foi realizada entre os dias 4 e 8 de agosto de 2022, e entrevistou mil eleitores de todas as regiões de Pernambuco. A margem de erro é de 3,1 pontos percentuais, e o nível de confiança é de 95%.

A pesquisa está registrada no TSE sob os números PE-06509/2022 e BR-05385/2022.

*Com informações do NE10. 

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.