Discussão no WhatsApp termina em morte envolvendo famílias

Uma simples discussão no WhatsApp terminou em morte na cidade de Floresta, Sertão de Pernambuco. O fato envolve duas famílias tradicionais da cidade: os Novaes e os Maniçoba. A vítima é Amauri Guimarães Novaes Júnior, vigilante da GRE que foi morto a tiros no dia 6 de junho.

O crime

Nesta segunda-feira (20), o Jornal do Commercio detalhou o crime. Amauri teve uma discussão “acalorada” com o suspeito de ser mandante intelectual, em um grupo chamado “Cavalo Doido”. No dia do homicídio, por volta de 18h, um veículo Hilux prata parou em frente à casa da vítima. Via Waldney Passos.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *