Uma hora e 10 minutos de espera por atendimento na Avenida 7 de setembro em Petrolina; família revoltada resolve agir por conta própria

Por Didi Galvão

“É vergonhoso saber que pagamos tão caro ao Estado através de nossos impostos e quando precisamos, temos que passar por uma aflição e ainda a humilhação de ficar a espera de quem ganha pra servir ao cidadão”, disse uma comerciante.

Por volta das 11 horas e 50 minutos da manhã desta terça-feira (12), um veículo modelo Toro da Fiat, placa não anotada, fechou o condutor de uma moto que perdeu o controle e caiu em seguida. O motorista causador do acidente fugiu sem prestar socorro a vítima, enquanto que o motociclista ficou deitado no canteiro da avenida a espera de atendimento.

Populares que passavam pelo local do acidente e profissionais que trabalham nas imediações de onde tudo aconteceu, logo correram pra lá com a intenção de fazer alguma coisa em favor da vítima que estava estirada no chão. Com um papelão nas mãos evitaram que o sol castigasse mais ainda o agricultor, enquanto que outros tentavam acionar o SAMU ou Corpo de Bombeiros por meio dos números de emergência.

Já era uma hora da tarde e nada do pessoal que poderia prestar os primeiros socorros a vítima; foi quando familiares do agricultor preferiram fazer a remoção por conta própria. O fato causou indignação em todos que estavam no local, tanto tempo depois do acidente e inúmeras tentativas ninguém apareceu. Um cidadão, profissional de oficina de funilaria e pintura indagou: “E se o rapaz estivesse com a vida em perigo por conta de possíveis ferimentos, provavelmente morreria por conta de tamanha demora no atendimento”.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.