Criança morre após ser baleada em confronto entre PM e suspeitos de tráfico em Porto de Galinhas

A Polícia Civil informou nesta quinta-feira (31) que é “prematuro fazer afirmativas” após a morte de uma criança de seis anos na quarta-feira (30) em Porto de Galinhas, Ipojuca, Litoral Sul de Pernambuco. A menina morreu após ser atingida em uma troca de tiros entre policiais do BOPE com suspeitos de envolvimento no tráfico de drogas na comunidade de Salinas.

“A Polícia Civil de Pernambuco informa que está investigando as circunstâncias da morte de uma criança, na comunidade de Salinas, em Porto de Galinhas, onde há uma operação da PMPE para combater associações criminosas com atuação no tráfico de drogas. É prematuro, neste momento, fazer afirmativas”, diz a nota.

Ainda de acordo com a polícia, só haverá um pronunciamento oficial após a conclusão dos trabalhos, “que serão realizados com dedicação, técnica e isenção”, diz o texto.

De acordo com testemunhas, o caso aconteceu por volta das 17h30 em um local conhecido como Praça da Televisão. Segundo a representante do Conselho Tutelar de Porto de Galinhas e Maracaípe, Suzanete Nana, a troca de tiros foi no final da tarde. “A polícia entrou (na comunidade) já atirando e acertou uma criança que correu”, relatou.

Atingida por um tiro no peito, a criança chegou a ser levada para a UPA de Ipojuca, mas não resistiu e morreu. Postado por Portal PE10

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.