Jovem é suspeito de matar amante gay

 A Polícia Civil de Goiás concluiu, nesta quarta-feira (9/3), a investigação sobre o homicídio de um homem de 32 anos, supostamente assassinado pelo amante dele, de 18, na capital. Segundo a investigação, o jovem, que está preso e tinha união estável com mulher, também ateou fogo no corpo da vítima para não atrapalhar o casamento dele.

Vídeo de câmeras de monitoramento mostram o momento exato em que o jovem colocou fogo no carro em que estava o corpo de seu amante, Heder Henrique de Sousa Urzeda. Sem ter o nome divulgado, o suspeito foi preso, em Goianira, na região metropolitana, no último dia 25 de fevereiro. A companheira do jovem estava grávida dele à época do crime. Postado por METROPOLES.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.