PM mata policial civil após briga na porta de delegacia

Um policial civil foi morto por um policial militar durante uma discussão em frente à Delegacia Sede de Guarujá, no litoral de São Paulo, na madrugada desta segunda-feira (28). Durante o registro da ocorrência, foram apresentadas duas versões para as circunstâncias do crime, que é investigado pela Polícia Civil.

Em uma das versões, os policiais militares envolvidos na situação alegaram que estavam em patrulhamento quando foram informados de que havia um suspeito armado em uma praça. Eles passaram algumas vezes no local, e o homem teria feito gestos obscenos em direção à viatura.

Ainda de acordo com os PMs, eles tentaram abordar o jovem, um motoboy de 23 anos, mas ele apresentou resistência, sendo necessária a utilização de força para imobilizá-lo. Outras equipes foram acionadas para prestar apoio.

De acordo com o boletim de ocorrência, o motoboy foi conduzido à Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do bairro Enseada, por conta de escoriações causadas pelo uso da força, e em seguida foi levado à Delegacia Sede.

O policial civil, Eduardo Antonio Brazzolin, de 65 anos, pai de um amigo do motoboy detido, foi até a delegacia, onde iniciou uma discussão com os policiais e disparou contra eles, atingindo o ombro de um deles. Os policiais militares revidaram e dispararam contra o policial, que morreu no local. Postado por portal PE10.

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.