Vereadores de Petrolina aprovam PL que estabelece igrejas como atividades essenciais no município

Os vereadores de Petrolina, no Sertão de Pernambuco, aprovaram durante sessão desta terça-feira (27) o Projeto de Lei que estabelece que as igrejas, sejam elas evangélicas, católicas e de outros credos, exerçam atividade essencial em período de calamidade pública e pandemia no município.

O projeto, de autoria dos vereadores  Josivaldo Barros ( PSC) Líder da bancada evangélica,  Ruy Wanderley, ( PSC) Alex de Jesus (Republicano) Diogo Hoffmann (PSC), e Osinaldo Souza (MD), foi aprovado por 17 votos favoráveis e um voto contrário, do vereador Gilmar Santos (PT).

De acordo com o projeto, as igrejas devem funcionar seguindo os protocolos de segurança contra a Covid-19. A fiscalização deverá ser feita pela Vigilância Sanitária ou órgão responsável no município.
Ainda segundo o projeto, “templos de qualquer culto possuem papel fundamental para auxiliar na propagação de informações verdadeiras e auxiliam o poder público e as autoridades na organização social em momentos de crises, pois oferecem auxílio de assistência espiritual e social, bem como orientação para o respeito às ações governamentais”.

Após a aprovação, o projeto será enviado para a sanção ou veto do prefeito Miguel Coelho (MDB). G1

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *