Igreja descumpre decreto e realiza culto com aglomeração

Em meio a fase emergencial do Plano de São Paulo, uma igreja evangélica foi interditada por realizar um culto com aglomeração e dezenas de fiéis sem máscaras, em Peruíbe, no litoral de São Paulo.

A reunião estava sendo transmitida nas redes sociais do pastor, que acabou flagrando até mesmo o momento em que as autoridades chegaram ao templo para interditar.

O caso aconteceu nesta segunda-feira (22), em uma igreja localizada na Avenida Domingos da Costa Grimaldi, no bairro Jardim Brasil.

“A igreja estava lotada, e grande parte dos fiéis, inclusive o pastor, sem máscara. Foram multados por aglomeração e tiveram as portas lacradas”, afirma o diretor do Departamento Municipal de Fiscalização de Posturas, Cristhian Rodrigues.

No vídeo, é possível observar que a maioria dos fiéis estão sem máscara, e que assim que a força-tarefa chega, o pastor, que estava em oração, tenta persuadir a equipe pedindo benção a Deus para o prefeito Luiz Maurício (PSDB) e para as autoridades.

Com a chegada dos fiscais, o pastor encerra a celebração e segue para falar com a equipe. O religioso é notificado de que a igreja será interditada, e nesse momento, ele e os fiéis protestam contra o fechamento, afirmando que o templo está aberto para doação de alimentos.

A abordagem ocorreu de maneira pacífica. No entanto, o local foi efetivamente interditado e multado. Fonte – O fuxico Gospel

 

 

 

 

 

 

 

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *