Celso de Mello arquiva processo de Bolsonaro contra Jean Wyllys Ação de fevereiro acusava psolista de calúnia e injúria por em entrevista

BRASÍLIA – O ministro Celso de Mello, do Supremo Tribunal Federal ( STF ), arquivou um processo do presidente eleito, Jair Bolsonaro , contra o deputado federal Jean Wyllys (PSOL-RJ), por calúnia e injúria. A queixa-crime havia sido apresentada em fevereiro, após Wyllys ter supostamente ofendido Bolsonaro em uma entrevista concedida ao jornal “O Povo”.

Na entrevista, realizada em agosto de 2017, o parlamentar usa termos como “fascista”, “racista”, “burro”, “ignorante” e “canalha”, sem, no entanto, mencionar o nome de Bolsonaro, que ainda não era candidato à Presidência da república.

A decisão de Celso de Mello foi publicada nesta sexta-feira, que declarou extinta a punibilidade no processo.

Fonte o GLOBO

Compartilhar

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.